• +351 218 488 268
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • 2ª a 6ª Feira das 8h30 às 20h00

No Alentejo já se escrevia há mais de 2500 anos

leitura.jpgFoi descoberta recentemente na estação arqueológica das Mesas do Castelinho, em Santa Clara-a-Nova, Almodôvar, uma estela funerária com 86 caracteres da designada escrita tartéssica

Foi descoberta recentemente na estação arqueológica das Mesas do Castelinho, em Santa Clara-a-Nova, Almodôvar, uma estela funerária com 86 caracteres da designada escrita tartéssica, com mais de 2500 anos. É a mais recente e a maior mostra daquilo que terá sido a primeira expressão escrita da Península Ibérica.

"Esta peça ajuda a compreender uma forma de expressão e é de uma grande importância por ter um texto mais extenso do que outros exemplares e praticamente completo", disse ao CM Rui Cortes, arqueólogo que participa neste projecto. A língua tartéssica data do séc. VIII a V a.C. e era falada pelos habitantes do que hoje é o Alentejo, Algarve e Andaluzia espanhola.

Já foram descobertas 16 estelas, expostas no Museu da Escrita do Sudoeste, em Almodôvar.


© 2020 100% Estudo - Centro de Estudo a Apoio Escolar. Todos os direitos reservados.

Please publish modules in offcanvas position.